sexta-feira, abril 27, 2007

Amor Militante




Regaço. Flor. Abraço. Movimento.
Lua de seiva. Vinho. Arco. Seta.
Palavra nua. Força. Forca. Vento.
Anel de lava. Passo. Início. Meta.

Retrato e acto. Cacto. Água. Poço.
Laço que eu faço. Braço que arremessa.
Nome de caça. Casa. Sangue e osso.
Amor que sempre acaba. E recomeça.

Amor que sempre faço. Porque é isso
que faz falta fazer. Amor amante.
Amor que é um compasso. Um compromisso.

Amor que é toda a vida ou um instante
em que se vive e morre de olhar fixo
e coração ao alto. Militante.


(Joaquim Pessoa)

domingo, abril 22, 2007

Festejemos 33 anos de Liberdade - II

25 de Abril, sempre!
JANTAR - CONVIVIO
Promovido pela A25A
dia 24, 20 horas, na FIL - Parque das Nações
INCREVAM-SE ! 21 3241420 ou pelo fax 21 3241429
Vamos festejar com os "capitães"
que nos devolveram a dignidade e a cidadania




terça-feira, abril 17, 2007

Festejemos 33 anos de Liberdade


Jantar - Convívio

Sexta-feira, 20 Abril, pelas 20 h.

no Mercado da Ribeira-Av 24 Julho, Lisboa
Façamos de Abril a força aglutinadora e unificadora de todos aqueles que prezam a Liberdade e repudiam o branqueamento que se tenta fazer do regime anterior.
VIVA O 25 DE ABRIL !



terça-feira, abril 10, 2007

Ontem terias feito 65 anos ...

Adriano Correia de Oliveira
(1942-1982)


ADRIANO


Não era só a voz o som a oitava
que ele queria sempre mais acima
nem sequer a palavra que nos dava
restituída ao tom de cada rima.

Era a tristeza dentro da alegria
era um fundo de festa na amargura
e a quase insuportável nostalgia
que trazia por dentro da ternura.

O corpo grande e a alma de menino
trazia no olhar aquele assombro
de quem queria caber e não cabia.

Os pés fora do berço e do destino
alguém o viu partir de viola ao ombro.
Era Outubro em Avintes. E chovia.


(Manuel Alegre)


Em Outubro completam-se 25 anos que partiste.
Por que temos Memória
e queremos preservar essa Memória,
Não te deixaremos "morrer"
Até Sempre, Adriano !