terça-feira, janeiro 03, 2012

Parabéns, Maria Teresa Horta!



Maria Teresa Horta viu atribuido o Prémio D. Dinis 2011 ao seu romance "As Luzes de Leonor". Parabéns à minha querida amiga Teresa pelo seu grande trabalho de investigação histórica e pela forma como soube conciliá-la com a tecitura dos sentimentos numa autêntica filigrana da palavra!!! Parabéns à Dom Quixote e sobretudo à sua editora Cecilia Andrade! Um Prémio merecidíssimo!!!

Perdoem-me, mas depois de ver a vergonhosa campanha feita para a divulgação de um outro livro saído sob o mesmo tema, que misturava vinho com literatura oferecendo uma garrafa por cada livro comprado, livro ainda por cima editado sob a chancela do mesmo Grupo Editorial, não posso deixar de afirmar: FEZ-SE JUSTIÇA!

Maria Teresa Horta tem sido uma escritora muito maltratada pelas chamadas elites culturais da nossa praça. A incansável luta que ao longo da vida tem mantido em prol da Mulher e do Feminismo, as suas posições políticas e partidárias, a força e ousadia nos temas que aborda na poesia e na prosa suscitaram demasiados anticorpos que dificilmente são debelados.

Mas isso que importa? A prova-lo está este Prémio que, como todos sabemos,premeia trabalhos na área da investigação histórica e científica, ter recaído este ano sobre o seu trabalho As Luzes de Leonor, uma biografia romanceada sobre a sua tetra-avó, a Marquesa de Alorna.

Maria Teresa Horta não escreve, apenas, poesia ou prosa eróticas. Maria Teresa Horta é uma Grande ESCRITORA e uma Grande MULHER de bases muito Sólidas!!!

Parabéns, Teresa! Parabéns por TUDO quanto nos tens dado!

domingo, janeiro 01, 2012

Para 2012 eu desejo...

Pintura de Teresa Dias Coelho



Eu desejo!

Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias,
a que se deu o nome de Ano,
foi um indivíduo genial.
Industrializou a esperança,
fazendo-a funcionar no limite da exaustão.
Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar
e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez
com outro número
e outra vontade de acreditar
que daqui para adiante vai ser diferente. ...

Para vocês, desejo o sonho realizado.
O amor esperado.
A esperança renovada.
Para vocês desejo todas as cores desta vida.
Todas as alegrias que puder sorrir.
Todas as músicas que puder emocionar.
Para vocês, neste Ano Novo, desejo que os amigos sejam cúmplices.
Que sua família esteja mais unida.
Que sua vida seja mais bem vivida.
Gostaria de desejar tantas coisas!
Mas nada seria suficiente para repassar o que realmente desejo a vocês.
Então, desejo apenas que vocês tenham muitos desejos.
Desejos grandes e que eles possam movê-los a cada minuto, rumo à felicidade.

Carlos Drummond de Andrade