quinta-feira, agosto 06, 2009

Saúdo e subscrevo

Saúdo e subscrevo inteiramente o documento abaixo, da autoria de um grupo de amigos e ex-camaradas de partido, publicado no jornal Público.


Num momento político em que se verifica um preocupante avanço das forças mais à direita, considerámos ser possível e justificável uma alargada candidatura de esquerda a uma autarquia com a relevância política, social, económica e cultural de Lisboa. Infelizmente, tal desígnio não foi alcançado nos termos procurados, o que deploramos. Tal facto não retira, antes acrescenta significado político à decisão tomada pelo “Movimento Cidadãos Por Lisboa” ao aceitar integrar uma candidatura já existente, alargando-a politicamente numa perspectiva de participação cívica e cidadã, passando assim a ser uma entidade politicamente diferente e mais aberta que uma lista António Costa/PS. Independentemente da condenação da politica global do governo PS, e ao invés das opiniões e práticas de algumas forças partidárias, no nosso entender esta decisão tornou mais viável a necessária derrota da direita/PSD/CDS/Santana Lopes em Lisboa, razão pela qual entendemos positivo o resultado a que se chegou, porque esta perspectiva de unidade à esquerda, mesmo parcelar, assente em princípios programáticos, será uma via mais favorável para o futuro da gestão de Lisboa e também, num sentido mais amplo, de fortalecimento e enriquecimento da nossa vida democrática.

Lisboa, 28 de Julho de 2009

António Avelãs
António Licínio de Carvalho
António Manuel Garcia
Domingos Lopes
Fernando Vicente
José Manuel Mendes
José Tavares
Paulo Sucena