quarta-feira, maio 24, 2006

Braçadas de cravos vermelhos para ti, Fernando !





O Fernando partiu
Sem dizer adeus.
Foi embora,
simplesmente.

Revelou-me a blogosfera.
Abriu-me as portas.
Convidou-me.
Desafiou-me.
Empurrou-me.
Obrigou-me a entrar.

Fiz-lhe a vontade.
E fiquei a dever-lhe:

Blogstícios
Blognócios
Desafios
Sensações
Discussões
e Amizades

que... valeram a pena!
Que vão ficar.
Para sempre.

Obrigada, Fernando !

33 comentários:

wind disse...

Que R.i.P. Beijos

Paula Raposo disse...

Sem dúvida, Júlia! Sem ele tanta coisa não teria acontecido. Sem ele teria perdido um bocado da minha vida. Sem ele tudo teria sido diferente. Beijos.

Mendes Ferreira disse...

eu conheci-o tão pouco mas o suficiente para o amar...arraso-me. de mágoa...



bom dia Júlia. Bom dia FERNANDO.

mar disse...

Não o cheguei a conhecer pessoalmente, facto que lamento, mas habituei-me a visitar o seu blog, e a receber os seus mails, qd "postava" algo novo.
E tb eu sinto a falta dele.
Beijos

José Gomes disse...

É isso Júlia.
Deves continuar com aquilo que o Fernando ensinou...
Obrigado por o teres lembrado e desculpa por roubar a foto para os meus blogs.
Um abraço

Sandra Feliciano disse...

Júlia: Linda homenagem ao Fernando esta tua aqui. Emocionante de tão simples e sincera que é. O Fernando foi um Homem muito especial: Marcou-nos a todos, tocava facilmente o coração de todos com quantos se cruzava. E vai continuar vivo nos nossos corações e na memória colectiva da blogosfera!

amita disse...

Júlia, o meu abraço. Juntas na grande amizade por este homem excepcional.

A Rapariga disse...

Que julgas que aconteceu aos novos e aos velhos?
Que julgas que aconteceu às mulheres e às crianças?

Estão vivos e de boa saúde algures,
O mais pequeno rebento mostra que na verdade a morte não
existe,
E se alguma vez existiu foi a bem da vida, e não está à espera
de a deter. Tudo cresce e avança, nada se extingue,
E morrer é diferente do que se pensa, e mais feliz.
E cessou no momento em que a vida surgiu.

A Rapariga disse...

Estou de coração partido!

Leonor C.(nokinhas) disse...

Conheci pessoalmente o Fernando. Logo pela manhã fui surpreendida pela triste notícia. Sinto muito.

contradicoes disse...

O Fernando deixou
de nos fazer companhia
mas a saudade ficou
e talvez nos encontremos um dia

Com um grande abraço do Raul

OrCa disse...

É de nós, também, que sentimos pena em momentos de perda... Alguns querem chamar-lhe egoísmo. Eu creio que é uma justa homenagem a quem nos deixou, por sentirmos, com essa partida, um vazio insubstituível.

Entretanto, é assim que se faz a vida. Em nós permanecem as memórias e que bom é quando elas nos são inspiradoras e gratificantes!

É o caso. Fraternalmente.

Beijos.

Amigo de Alex disse...

Morreu um homem bom. Todos perdemos. Fica a recordação e a saudade. Nada será como dantes, mas a luta continua...

lualil disse...

Julia querida,
Vim continuar esse abraço apertado que tanto me confortou neste momento difícil pra todos nós.. O Fernando foi um verdadeiro exemplo de FRATERNIDADE.. e nós que tivemos o prazer de te-lo como companheiro e amigo nos cabe continuar a sua grande lição!
Linda homenagem esta tua.. belíssimas palavras!
um beijo grande e um abraço sem fim!

TMara disse...

solidariamente. em silêncio paro k não é hora de dizer. Bj júlia

Mendes Ferreira disse...

eu tb. hoje. passo lá. beijo. te carinhosamente.

Ana Luar disse...

Julia minha querida o meu abraço apertadinho num momento que considero penoso para todos os que conheciam e admiravam o Fernando... ei tive o enorme prazer de o conhecer... isso será sem dúvida alguma inesquecível. Deixo-te um beijo eterno de amizade...

Pilantra disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Pilantra disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Kinglouis disse...

PORQUÊ OS JUSTOS, AQUELES QUE TUDO FAZEM PELOS OUTROS, AQUELES QUE SE DESTINGUEM PELA SUA INTELIGÊNCIA E OLHAR BRILHANTE, NOS SÃO TIRADOS TÃO DEPRESSA, OH QUAL DEUS QUE NÃO NOS DESEJA QUE COMUNGUEMOS COM ESTES SERES SEUS IGUAIS, OU SERÁ QUE É POR SEREM SEUS SUPERIORES?

ATÉ SEMPRE CAMARADA, NÃO TE CONHECI PESSOALMENTE, MAS CONHEÇI-TE A ALMA, ELA VIVE NA MEMÓRIA DE TODOS NÓS, ETERNAMENTE, POIS OS MEUS FILHOS ADORAVAM AQUILO QUE ESCREVIAS, NESTE MOMENTO CHORO, SEM VERGONHAS, NEM SENTIMENTOS ESTÉRIOTIPADOS DESTA SOCIEDADE DE MARIONETAS, O MUNDO FICOU MAIS POBRE.

Adryka disse...

Venho deixar-te um grande abraço.

Anónimo disse...

Querida Júlia custa-nos muito ver partir os nossos queridos mas a vida é assim .
A tua homenagem é perfeita e LINDA
Um beijo grande amiga

zália

JG disse...

Só falei com ele duas vezes. Foram duas longas conversas pelo telefone. O suficiente para saber que tinha ali um amigo, um homem bom, um homem livre. Lamento não ter ido jantar com ele. Sempre pensei que outros jantares acontecessem e o pudesse abraçar. Decerto que ele me vai perdoar quando o encontrar no prado de cravos vermelhos da nossa luta comum.

Beijo Júlia

H. Sousa disse...

Por si soube da notícia que nos consterna. Que o exemplo que nos deu de fraternidade se propague ainda mais.

Friedrich disse...

Que dizer Júlia? Se já tudo foi dito sobre esse homem...

Beijos

Menina_marota disse...

"Cada um que passa na nossa vida,
Leva um pouco de nós mesmo,
E deixa-nos um pouco de si mesmo..."

Sem o dizer abertamente, o meu Post de hoje foi dedicado mentalmente ao Fernando, porque ele deixou um pouco de si, em todos nós!

Abraço-te, no desejo sincero, que ele sinta através de ti, este abraço que lhe dou.

herético disse...

um abraço solidário...

Pilantra disse...

Afinal, conheci o Fernando! Acabo de o descobrir num blog. Não o via há anos, mas conheci pessoalmente o Pizarro. Para mim era «o Pizarro». Tenho imensa pena.
Um abraço grande.

El Navegante disse...

Deixo mais um cravo vermelho para o tocayo e colega, por que sempre é triste, aínda sem lhe houver conhecido, conheçer pelas tuas consideraçoes que se foi para o ceu quem foi na terra uma boa pessoa.
Beijo, cara amiga.

Helder Ribau disse...

é optimo passear nestes textos

Joaninha disse...

Bom descanso colega Fernando! Se me ouvisse era o que lhe diria...
Sabes Júlia, às vezes o vento frio fustiga-nos a face e até parece que estamos a chorar... Um beijo para ti ad isabel

Passaro Azul disse...

"Sem palavras" num momento de tanta dôr, quero deixar-te o abraço fraterno que ele nos deixou.

(Chinezzinha) disse...

Júlia
Recebia algumas vezes mensagens para aqui vir e vinha mas das vezes que aqui vim não conseguia deixar comentário.
Espero que desta vez vá...
Só lamento o Fernando não se encontrar no mundo dos vivos mas está por certo vivo nos nossos corações.

Beijinhos

Ana