sexta-feira, janeiro 28, 2011

Parabéns, Maria Amélia Chaves!


Nasceu em 28 de Janeiro de 1911. Faz hoje 100 anos.

Foi a primeira mulher a ter a «ousadia» de entrar para o Instituto Superior Técnico, em 1931.

Foi a primeira mulher a licenciar-se em Engenharia Civil, pelo IST, em 1937.

Foi a primeira mulher a inscrever-se na Ordem dos Engenheiros.

Foi também a primeira pessoa de engenharia a desenvolver cálculos antissismicos nas construções, tendo sido, por isso, relatora no I Congresso dos Sismos, realizado em 1955.

Exerceu a profissão até aos 90 anos.

Tem cinco filhos, 11 netos e 9 bisnetos.

Maria Amélia Chaves foi pioneira num reduto de homens, mas teve no pai, João Carlos Pires Ferreira Chaves, um militar republicano, o seu maior aliado.

Deu-me a honra de uma longa conversa que será publicada no próximo número da revista Faces de Eva, a sair em Maio.

Parabéns, Maria Amélia!



Nota: sabe-se que a 1ª mulher a frequentar um curso técnico de engenharia civil, pela Escola Politécnica do Porto,  foi Rita Morais Sarmento, em finais do século XIX, porém não se encontram as fontes primárias que atestem o seu percurso académico; o curso não era superior, o que no Porto só acontece a partir de 1915 com a
fundação da Faculdade de Engenharia; sabe-se que constituíu família e faleceu em 1931.  Também nunca exerceu. Maria Amélia Chaves foi a primeira engenheira civil formada pelo Instituto Superior Técnico, a nova escola científica no pós-República. Foi também a primeira mulher a exercer totalmente a profissão, num mundo dominado por homens. A primeira a ir para as obras, fiscalizar. A primeira a assinar projectos e a acompanhar a construção dos mesmos. Pode, por isso mesmo, ser considerada a Primeira Engenheira Civil Portuguesa. Com toda a legitimidade.


2 comentários:

DAD disse...

Que maravilhosa esta tua amiga, Julinha!
Fantástica!
Estes são exemplos das mulheres, grandes mulheres do nosso país, de quem nos devemos orgulhar!
Quando estiveres com ela diz-lhe que fiquei muito feliz por saber que ela existe e que foi por ela e por outras como elas que hoje nos podemos orgulhar daquilo que somos, como mulheres deste pais!

Beijinhos grandes para ti e para ela!

El Navegante disse...

Parabéns pelo emoçoante exemplo de uma MULHER exemplar, e além da suas virtudes, o jeito de ter a oportunidade mais que merecida por vocé, minha cara amiga, de ter lo honor de houver podido fazer uma especie de repotágem o algo assim. Nao deixe de me lembrar por favor, cuando esté editado.
Beijo