terça-feira, abril 10, 2007

Ontem terias feito 65 anos ...

Adriano Correia de Oliveira
(1942-1982)


ADRIANO


Não era só a voz o som a oitava
que ele queria sempre mais acima
nem sequer a palavra que nos dava
restituída ao tom de cada rima.

Era a tristeza dentro da alegria
era um fundo de festa na amargura
e a quase insuportável nostalgia
que trazia por dentro da ternura.

O corpo grande e a alma de menino
trazia no olhar aquele assombro
de quem queria caber e não cabia.

Os pés fora do berço e do destino
alguém o viu partir de viola ao ombro.
Era Outubro em Avintes. E chovia.


(Manuel Alegre)


Em Outubro completam-se 25 anos que partiste.
Por que temos Memória
e queremos preservar essa Memória,
Não te deixaremos "morrer"
Até Sempre, Adriano !

9 comentários:

Pepe Luigi disse...

Adriano a voz sempre presente, mas triztemente esquecida!

Tenho vindo a visitar os blogs inscritos no jantar convívio do próximi sábado, dado que pretendo conhecer a obra dos seus autores.
Pela passagem que fiz nas anteriores postagens fiquei muito agradado pela qualidade e oportunidade dos temas.

Um abraço
Pepe.

Pepe Luigi disse...

Perdão, "próximo".

Então, até sábado com um abraço
Pepe.

herético disse...

um beijo.
também no "relogiodependulo" uma modesta homenagem.

Paula Raposo disse...

Uma bela homenagem Júlia! Beijos para ti.

MARIA VALADAS disse...

Uma homenagem sentida!

Um bem haja a ti minha querida, porque tem que haver sempre alguém com o coração do tamanho do mundo...para não se esquecer de quem já partiu... e nós tão egoístas...olhamos apenas para o presente!

Adriano...estejas onde estiveres...a luz do Altíssimo te ilumine!

Maria

Aldina disse...

Aos que nunca se esquecem... Obrigada e até sempre!

Aldina

Anónimo disse...

Tu és mesmo UM VERDADEITRO DOCE....

___________espero que tenha sido um excelentérrimo convívio....contigo lá foi. com toda a certeza....


adorei que te tivesses lembrado de mim....


__________________
até porque tu tb estás sempre no meu coração....Amiga....de sorriso "branco".



até sempre...:) SIM!


__________________________


piano.


imf.

Anónimo disse...

ainda ontem na fnac em Coimbra comprei um cd do Adiano para oferecer ao meu filho que vai fazer 9 anos.

pedro oliveira
vilaforte.blog.com

Kalinka disse...

Panadinhos de porco
Saladas e calamares
Gostei de ouvir recitar
O Orca do Sete Mares

Lombo de porco assado
Trouxe-me azia e ais
Conheci ontem
o Alexandre dos Sais.

Vindo do Céu
Chegou o Crystalzinho
Trouxe a Lua de Papel
Oh, o Henrique falou e disse
Lendo o seu pergaminho
A mania do «coitadinho»
Neste País cheio de fel.

Conversas animadas
Tarde ensolarada
O Jo na tesouraria
Não esquecia nada.

Gargantas afinadas
Maestro concentrado
Conservas variadas
Leite creme e folhado
O coro terá mostrado
Suas noites de ensaio
Vozes límpidas e fortes
Muito nos agradou
A Alice declamou
Poesias várias, que
A todos encantou.

A Sonhadora fazia
A sua reportagem
A Júlia sorria
Feliz com as suas causas
Sempre cheia de coragem.

Historinhas da Hilda
Uma história nos contou
Um nobre sentimento
A todos nós, tocou.

e, ainda, há mais!!!
Julinha foi bom termos estado tão próximas uma da outra. Adorei o reencontro. Beijinhos.