quinta-feira, junho 19, 2008

José Dias Coelho (1923-1961)

Se fosse vivo, o escultor José Dias Coelho, faria 85 anos. Nasceu em Pinhel, em 19.Junho.1923 e foi morto pela Pide, na antiga Rua da Creche (actual Rua Jose Dias Coelho), no dia 19.Dezembro.1961. Tinha 38 anos. Artista plástico, estudou na Escola de Belas-Artes de Lisboa, de onde foi expulso por um ano, em 1952, num processo que envolveu 81 alunos daquela escola. Expôs nas Exposições Gerais de Artes Plásticas (1946-1956), na SNBA, e pertenceu à sua equipa organizadora. Grande activista do MUD Juvenil liderou a comissão de escola de BA e integrou a sua direcção universitária. Militante do PCP. Passou à clandestinidade em 1955. Em 1974 João Abel Manta, um amigo de sempre, lembrou-o assim. (clicar imagem)





9 comentários:

Maria disse...

A única palavra que tenho para te dizer é "obrigada, Júlia".

Um beijo

Pedro Branco disse...

Continuamos todos a aprender contigo. A nossa memória também não se apaga por tua causa. Beijo enorme.

alinamaria disse...

...a História que os nossos jovens desconhecem!...Beijinhos!Obrigada!

Anónimo disse...

Nem todos os jovens a desconhecem! E até alguns sabem mais, o Escultor José Dias Coelho ia para casa de Mário Castrim em Alcântara, quando reparou que era seguido por uma brigada da PIDE e quando tentou fugir para não denunciar a casa de apoio foi barbaramente abatido.

Pedro Penilo disse...

Olá, Júlia:

Mas que belo texto que nos arranjaste! (Vou roubá-lo!). Um beijinho.

(O fundo negro do teu blogue não facilita a leitura de letra tão pequenina. Faz lá uma letra mais generosa... :)

Júlia Coutinho disse...

Olá Pedro,
Todos podem e devem tirar do meu blog o que possa interessar. Fico, aliás, muito lisongeada com o facto de saber que apreciam o meu trabalho de investigaçao.
Apenas espero que quem o faça tenha a honestidade intelectual suficiente para referir as fontes.
Isto não é especialmente para ti, porque sei que não precisas deste tipo de avisos, mas para Todos aqueles que me têem "surripiado" ideias e textos omitindo o meu nome... e são MUITOS, sobretudo no que a José Dias Coelho diz respeito.
Beijinhos.

Pedro Penilo disse...

Parece que tive azar com o meu comentário...

Júlia Coutinho disse...

Não, Pedro. Eu apenas aproveitei a "boleia" para mandar uns recadinhos a todos os ladrões de verdade.
(Um dia destes ainda me dá uma "maluqueira" e escarrapacho tudo aqui no blog, com nomes, etc etc e aí até podem aparecer nomes insuspeitos de investigadores galardoados e tudo!)
Desculpa... isto não tem nada a ver contigo.
Sempre a considerar-te.
Beijinhos

日月神教-任我行 disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.