quinta-feira, outubro 08, 2009

Mafalda Arnauth: voto António Costa


Escrever sobre uma decisão que nasce puramente do instinto, das entranhas, da convicção e, felizmente, da fé legitimada pela obra que já está à vista, é realmente mais difícil do que imaginava. Não sou capaz de assumir uma posição partidária. Não sou capaz de celebrar, com total felicidade, a Liberdade para a qual nasci em 1974 porque é de mais em mais difícil sentir-me, no cenário actual, confiante, esclarecida, segura, representada, respeitada e realizada com o uso que fazem do meu voto.

Por isso, António Costa é um dos raros momentos em que escolho com o coração, voto com consciência e recomendo com satisfação.

Agradeço-lhe a dignidade que me transmite e o zelo que revela por uma cidade que, sem hesitações, confesso como um dos meus maiores Amores.

Agradeço-lhe a oportunidade de desafiar Lisboa ao voto, SEMPRE, e ao voto em António Costa.
Poucas coisas nos fazem sentir tão inteiros como sentirmo-nos parte de algo genuinamente positivo, construtivo e real.

Viva Lisboa!
Mafalda Arnauth
Fadista

1 comentário:

stº antónio ás costas disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.